Concurso Exército Brasileiro 2014 abre 1380 vagas para Sargentos



  

O Exército Brasileiro está com inscrições abertas até o dia 07 de julho de 2014 para admissão de candidatos para assumir o cargo de Sargento. No total estão sendo ofertadas 1380 vagas para ingresso na Escola de Sargentos das Armas (ESSA).

As inscrições estão sendo feitas pela internet, através do site www.esa.ensino.eb.br, ou mediante o envio de documentação impressa, caso o candidato não possa fazê-la pela internet, com o valor de R$ 70,00.

Podem participar desse concurso de âmbito nacional, candidatos do sexo masculino e feminino com idade entre 17 e no máximo 24 anos, sendo que, somente, para as áreas de saúde e música, a idade máxima será de 26 anos de idade. A escolaridade exigida para esse certame é o segundo grau completo.

No ato da inscrição os candidatos devem optar pelas áreas nas quais desejam concorrer às vagas sendo elas: Combatente/Logística-Técnica/Aviação com a disponibilidade de 1220 vagas, música, que é separada por instrumentos, mas no total são ofertadas 80 vagas, e, por fim também 80 vagas para técnicos de enfermagem.





Os interessados poderão ter acesso às especificações das vagas por áreas no manual do candidato que também é disponibilizado no site citado acima. Os cursos serão divididos em duas etapas, sendo que o período básico terá duração prevista de 34 semanas e o período de qualificação terá duração prevista de 43 semanas.

As matérias a serem cobradas nesse concurso são Matemática, Português, História, Geografia do Brasil e Redação, estas comuns a todos os candidatos, para os candidatos da área de música teoria musicais e para os técnicos de enfermagem questões de conhecimentos específicos da área.

Esse concurso exige dos candidatos várias outras aptidões e especificidades, assim para os interessados é aconselhável que se faça a leitura de todo o edital, bem como do manual do candidato, a fim de ter o completo entendimento de como será realizado todo o processo seletivo e dos demais requisitos que são exigidos pela Instituição.

Por Adriano Oliveira



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *