Concurso Polícia Federal 2014 tem 600 vagas abertas para Agente de Polícia Federal



  

Foi anunciado pela Polícia Federal, no Diário Oficial da União, o edital de abertura de concurso para o preenchimento de 600 vagas para a função de Agente de Polícia Federal. Do total de vagas disponibilizadas, conforme legislações nacionais, 30 delas serão preenchidas por portadores de necessidades especiais e 120 por candidatos negros.

A responsabilidade de realização do certame é do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe). Às vagas disponibilizadas, podem concorrer homens e mulheres que tenham curso de nível superior, além de outras exigências do edital, como ter no mínimo 18 anos no início do curso, estar em dia com as obrigações políticas, etc.

Quanto à remuneração, assim que aprovado, o candidato passa a receber a quantia mensal de R$ 7.514,33. A jornada de trabalho do policial federal é de 40 horas semanais, com dedicação exclusiva em caráter integral. Os policiais federais são regidos pelo Estatuto dos Policiais Civis da União e do Distrito Federal, lei 4878/1965, que prevê os direitos e deveres da classe.

Para realizar sua inscrição, o interessado a fará única e exclusivamente pela internet, através do site da responsável pelo certame: www.cespe.unb.br. O início das inscrições é a partir do dia 26 de outubro de 2014, às 10h. Será cobrado de cada candidato a quantia de R$ 150,00 como taxa de inscrição.





São as seguintes as etapas do concurso: prova objetiva, prova discursiva, exame de aptidão física (TAF), avaliação de testes feitos com psicólogos, investigação social e curso de formação profissional, que terá duração de 30 dias corridos, podendo ser prorrogável por igual período.

Para os interessados, mais informações podem ser obtidas através do site supracitado, ou através do portal eletrônico da Polícia Federal (www.dpf.gov.br), onde também é possível obter informações sobre a atividade policial, ler curiosidades, além de requerer passaporte e emitir a certidão de antecedentes criminais (Nada Consta).

Por Vinicius Cunha



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *