Concurso INPI 2014 tem 140 vagas abertas



  

O Instituto Nacional de Propriedades Industrial (INPI) publicou no último dia 22 de setembro de 2014 o edital que disponibiliza 140 vagas para os determinados cargos de Pesquisador em Propriedade Industrial e Tecnologista em Propriedade Industrial.

Esse concurso será cumprido pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE).

A jornada de trabalho será de 40 horas por semanas, sendo que o valor da remuneração de 7.421,60 pode alcançar a R$ 7.794,60 somando com o auxílio alimentação que é de R$ 373,00.

Ótima oportunidade para quem quer ingressar nessa carreira, mais é necessário muito esforço e dedicação, pois o concurso será concorrido e como sempre vence aquele que se preparou e se dedicou mais.

Aos interessados em participar do concurso o processo seletivo prevê nível superior de escolaridade como consta no edital. As inscrições estão disponíveis no seguinte endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/inpi_14, no período entre 10h do dia 14 de outubro de 2014  e 23h59 do dia 2 de novembro de 2014.

Os valores que serão cobrados da inscrição variam de acordo com o curso, sendo:

– Tecnologista em Propriedade Industrial: R$ 90;





– Pesquisador em Propriedade Industrial: R$ 100.

As provas, que serão discursiva, objetiva além da avaliação de títulos, serão aplicadas no dia 14 de dezembro de 2014, como consta no edital publicado no dia 01/10/2014. E a partir do dia 1º de dezembro já estará disponível na internet o local e o horário das provas na pagina do CESPE.      

Contando a partir da data de publicação da homologação do resultado final, esse concurso público terá validade de um ano podendo ser prorrogado se for do interesse da administração da INPI. 

O INPI é um órgão do governo brasileiro com a responsabilidade de zelar e responder pelas normas que regulam a propriedade industrial e intelectual, como por exemplo: desenhos Industriais, assinaturas, marcas e patentes, Convenções e tratados.

Por Andressa Evellyn Pereira Chaves 



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *