Concurso Bombeiro Militar (MG) 2015 abre 30 vagas



  

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais divulgou aos candidatos o concurso público para preenchimento de 30 vagas no Curso de Formação de Oficiais (CFO) para o ano de 2016; com organização do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan).

Do total das vagas anunciadas, 27 são para homens e três para mulheres, todas com regime estatutário e vencimento inicial de R$ 5.769,42 na graduação cadete do primeiro ano.

Além disso, os profissionais terão direito a abono fardamento, assistência médico-hospitalar, psicológica e odontológica.

O curso terá duração de três anos. Após a conclusão, terá vencimento previsto de R$ 8.874,59, já para Aspirante a Oficial. Após seis meses, os profissionais poderão concorrer à promoção de Segundo-tenente.

Para participar do concurso é exigido o ensino médio completo, idade entre 18 e 30 anos completos até a data de início do curso, bem como altura mínima de 1,60m, dentre outros requisitos. As inscrições serão realizadas de 12 de janeiro de 2015 a 19 de fevereiro de 2015 pelo endereço eletrônico www.idecan.org.br, com taxa de R$ 175,00.





O concurso terá prova objetiva de conhecimentos (I) e redação de língua portuguesa (II), eliminatórias e classificatórias na primeira fase. Em seguida, os candidatos farão exames de saúde preliminares e complementares e o exame psicológico, todos eliminatórios, e teste de avaliação física, eliminatório e classificatório, bem como o exame toxicológico, eliminatório.

Com validade de 30 dias, prorrogáveis, o certame pode ser consultado pelo site: jornal.iof.mg.gov.br .

Uma oportunidade especial para as pessoas que gostam da área e que ainda não tiveram a oportunidade de concluírem uma faculdade, pois, este concurso exige apenas o ensino médio. Enquanto no curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar de Minas Gerais é exigido o Bacharel em Direito. 

No entanto, o candidato deve se preparar para, no dia da prova, ter êxito e não esquecer da prática de exercícios físicos, pois será cobrado.

Por Railson Tomás de Araújo Lopes



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *