MPOG e ENAP abrem 556 vagas em Concurso Público



Certame está com as inscrições abertas até o dia 6 de julho.

O Ministério do Planejamento (MPOG) e a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) abriram as inscrições para seus processos seletivos, onde estão sendo disponibilizadas 556 oportunidades para pessoas que tenham concluído a graduação. As vagas serão preenchidas em diversas regiões do país.

No MPOG, estão sendo oferecidas 534 vagas, nos seguintes setores: Secretaria de Logística, Secretaria de Patrimônio da União, Estrutura Remuneratória Especial e Secretaria de Tecnologia da Informação. Os profissionais irão ocupar os cargos de: Assistente Social com 7 vagas, Técnico em Assuntos Educacionais com 1 oportunidade, Analista de Tecnologia da Informação com 300 vagas, Geógrafo com 17 oportunidades, Administrador com 6 vagas, Médico com 4 oportunidades, Arquiteto com 16 vagas, Analista Técnico Administrativo com 83 oportunidades, Geólogo com 16 vagas, Contador com 14 oportunidades, Engenheiro com 54 vagas, Arquivista com 9 oportunidades e Economista com 7 vagas. Os salários irão oscilar entre R$ 3.625,42 até R$ 5.596,31.



Na ENAP, estão sendo disponibilizadas 22 oportunidades, nas profissões de Técnico de Nível Superior com 4 vagas e Técnico em Assuntos Educacionais com 18 oportunidades. Os rendimentos mensais irão corresponder ao valor de R$ 4.514,22.

Para se inscrever no concurso público, os candidatos devem acessar o site do Cespe/UnB, que é a banca organizadora – www.cespe.unb.br. Para validar o cadastro, os interessados devem pagar um valor entre R$ 90 e R$ 100. O prazo das inscrições será finalizado no dia 6 de julho de 2015.

O certame consistirá em testes objetivos e avaliações discursivas, com data prevista para suceder em 16 de agosto, no período matutino. Nos testes objetivos, os candidatos irão responder a 120 perguntas, onde 70 serão referentes a conhecimentos específicos e 50 sobre assuntos da atualidade. Os selecionados nesta primeira fase, também serão submetidos a uma avaliação de título, com uma modalidade classificatória.



O exame seletivo será valido por 2 anos, tendo a possibilidade deste prazo ser estendido por mais 2 anos. 

Por Felipe Couto de Oliveira



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *