Senado Federal pretende abrir novo Concurso em breve



  

Novo concurso público irá contemplar vagas na Casa Legislativa.

O Senado Federal deve abrir em breve um novo concurso público para aqueles que desejam trabalhar na Casa Legislativa. A oportunidade é extremamente atraente e deve chamar a atenção de diversos concurseiros, pela estabilidade, já conhecida desses cargos, pela boa possibilidade de passar (tendência de várias vagas) e alta remuneração.

O Senado vem sofrendo, de certa forma, com o alto número de aposentados dentro da Casa, no ano passado, foram mais de 400, já neste ano, o número ultrapassou a barreira de 1 mil, o que deve gerar a abertura de diversas vagas para o concurso.

É fato que o Governo está cortando gastos, porém, com a necessidade urgente de repor essas aposentadorias e saídas, é provável que, caso não tenhamos um número muito próximo de vagas em comparação ao de saídas da Casa, tenhamos no mínimo, um número bem alto de vagas, maior do que no ano anterior.

As remunerações, como comentado, são extremamente atrativas, sendo que o valor mais baixo está na casa de mais de R$ 13.000,00, um excelente salário para nenhum brasileiro colocar defeito. Já o mais alto, deve variar entre cerca de R$ 23 mil e R$ 25 mil.





O último concurso realizado foi no ano de 2012, com a organização da FGV (Fundação Getúlio Vargas), foram oferecidas 246 vagas, porém, excedeu-se esse valor, pela necessidade de contratações da casa.

As vagas são para o Ensino Médio Completo e Superior, podendo ser qualquer curso superior, um em específico, dependendo do cargo em questão, para áreas do administrativo, fiscal, jurídico, informática e outros.

O cargo que no momento possui maior remuneração é o de Consultor Legislativo, o qual está com 29 vagas em aberto e oferece remunerações de R$ 23.826,57.

O fato do Governo ter cancelado concursos públicos para 2016 não deve interferir na oportunidade, visto a necessidade urgente do Senado e do fato da mudança precisar ser, ainda, aprovada pela maior parte dos deputados para, enfim, entrar em vigor.

Por Gabriel Mazzo



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *