Novo Concurso Público do MP-SP oferece vagas para Analista



  

Oportunidades são para Analista Técnico Científico e Analista de Promotoria I. Inscrições podem ser feitas até o dia 4 de dezembro de 2015.

Está aberto edital para concurso do Ministério Público do Estado de São Paulo. A seleção visa ao preenchimento das vagas de analista de promotoria I e analista técnico científico de diversas áreas.

A divisão das vagas funciona da seguinte maneira:

Para o cargo de analista técnico científico o quadro fica assim: arquiteto e urbanista especialista em planejamento urbano (6), biólogo (1), engenheiro agrônomo (1), engenheiro florestal (6), engenheiro industrial (1), engenheiro de segurança do trabalho (1), engenheiro químico (2), engenheiro de tráfego (1), engenheiro avaliador (1), engenheiro de computação (3), engenheiro civil (9), geógrafo (2), geólogo (4), pedagogo (1) e médico veterinário (1). Todos com exigência em nível superior em suas especialidades. A jornada de trabalho atribuída será de 40 horas semanais, com remuneração de R$ 11.167,16.

Já para o cargo de analista de promotoria I será destinada apenas uma vaga para o setor médico. A posição é de médico psiquiatra com ensino superior completo em medicina e habilitação legal, para o provimento de R$ 5.188,42 e jornada de 20 horas por semana.

Vale ressaltar que a localização de trabalho para analista de promotoria é para unidades da capital e grande São Paulo. O analista técnico se situará em sedes da capital, Campinas, Piracicaba, Bauru e Ribeirão Preto.

Inscrição e etapas do concurso:





Os interessados deverão se inscrever até o dia 4 de dezembro, pelo site da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br). Após se inscrever é preciso fazer o pagamento de taxa de inscrição, que custa R$ 120 (analista de promotoria) ou R$ 160 (analista técnico).

Serão aplicadas provas objetivas que irão variar de quatro a cinco horas de duração, sendo a primeira etapa será realizada no dia 24 de janeiro de 2016, nas cidades de Campinas, Bauru, Piracicaba, Ribeirão Preto e São Paulo.

O conteúdo que cairá na prova será comum a todos os cargos oferecidos, como questões de conhecimento gerais, língua portuguesa (leitura e interpretação de textos, pontuação, sentido próprio e figurado das palavras, sinônimos e antônimos, classes gramaticas: adjetivo, artigo, substantivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção, concordância verbal e nominal, crase, colocação pronominal, entre outros temas). 

Por Juliana Alves



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *