Concurso INPI 2014 tem 140 vagas abertas




O Instituto Nacional de Propriedades Industrial (INPI) publicou no último dia 22 de setembro de 2014 o edital que disponibiliza 140 vagas para os determinados cargos de Pesquisador em Propriedade Industrial e Tecnologista em Propriedade Industrial.


Esse concurso será cumprido pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE).

A jornada de trabalho será de 40 horas por semanas, sendo que o valor da remuneração de 7.421,60 pode alcançar a R$ 7.794,60 somando com o auxílio alimentação que é de R$ 373,00.

Ótima oportunidade para quem quer ingressar nessa carreira, mais é necessário muito esforço e dedicação, pois o concurso será concorrido e como sempre vence aquele que se preparou e se dedicou mais.

Aos interessados em participar do concurso o processo seletivo prevê nível superior de escolaridade como consta no edital. As inscrições estão disponíveis no seguinte endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/inpi_14, no período entre 10h do dia 14 de outubro de 2014  e 23h59 do dia 2 de novembro de 2014.

Os valores que serão cobrados da inscrição variam de acordo com o curso, sendo:

– Tecnologista em Propriedade Industrial: R$ 90;

– Pesquisador em Propriedade Industrial: R$ 100.

As provas, que serão discursiva, objetiva além da avaliação de títulos, serão aplicadas no dia 14 de dezembro de 2014, como consta no edital publicado no dia 01/10/2014. E a partir do dia 1º de dezembro já estará disponível na internet o local e o horário das provas na pagina do CESPE.      

Contando a partir da data de publicação da homologação do resultado final, esse concurso público terá validade de um ano podendo ser prorrogado se for do interesse da administração da INPI. 

Leia também:  Concurso da Empresa Municipal de Artes Gráficas oferece 78 Vagas no RJ

O INPI é um órgão do governo brasileiro com a responsabilidade de zelar e responder pelas normas que regulam a propriedade industrial e intelectual, como por exemplo: desenhos Industriais, assinaturas, marcas e patentes, Convenções e tratados.

Por Andressa Evellyn Pereira Chaves 

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *