Concurso Previsto PRF 2018 – Edital em Breve

  

  

Certame tem previsão de ser realizado ainda em 2018 e deverá ofertar diversas vagas.

Durante o Seminário de Segurança e Desenvolvimento, que ocorreu no dia 20 de março de 2018, do Jornal Folha de São Paulo, Renato Dias, o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF), falou sobre a necessidade da realização de um novo concurso público para contratação de novos policiais rodoviários. Segundo Renato Dias, o órgão ainda está em um período de tratativas com o MPGD – Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão para restabelecer total do efetivo, além de ampliar o quadro, e tentar chegar o mais próximo possível do número de policiais, considerado ideal, de acordo com o Tribunal de Contas da União (TCU).

No início do mês de março, o diretor já havia comentado sobre o assunto em suas redes sociais, quando questionado sobre o tema. Ele havia informado que o Edital da nova seleção de pessoal deverá ser publicado ainda nesse semestre. Para que a publicação seja concretizada, a única coisa que o órgão ainda está aguardando é a formalização, da autorização do MPDG, através da publicação em diário oficial.


O ministro da segurança, Raul Jungmann, informou que o orçamento da pasta recém-criada para 2018, será no valor de R$ 2,7 bilhões e que foi decidido depois de uma reunião, com o Ministério do Planejamento, que não haverá contingenciamento das verbas da Polícia Rodoviária Federal.

Essa liberação do concurso tem relação com o projeto do novo ministro, Raul Jungmann, de promover o combate à violência juntamente com outros estados.
Foi informado pela FenaPRF – Federação Nacional dos Policiais Federais, que há intenção de criar 4 novas turmas ainda neste ano. No pedido feito pela Polícia Rodoviária Federal, foi argumentado que nos últimos 4 anos, um número muito grande de profissionais se aposentou, portanto existe uma falta de aproximadamente 3 mil postos, algo que prejudica e muito a segurança nas rodovias.

O órgão tem a intenção de agilizar o máximo esse processo assim que o Edital for publicado, portanto, já foi criado uma minuta desse edital, no final do ano de 2016, sendo assim, quando o Edital for autorizado pelo MPDG e publicado oficialmente, o concurso poderá ser iniciado de imediato.

  

Os interessados em concorrer a uma das vagas para o cargo de Policial Rodoviário Federal, deverá ter o Ensino Superior em qualquer área do conhecimento e a CNH de categoria “B”. A carga horária de trabalho será de 40 horas semanais.

O último concurso realizado pela PRF para contratação de novos servidores, aconteceu em 2013 e a banca organizadora dele foi o Cespe/UnB. Foram oferecidas na época, 1.000 vagas, e cerca de 109.769 pessoas se inscreveram para concorrer a uma delas.

O processo de seleção aplicado naquele ano foi uma prova objetiva, exame discursivo, teste de aptidão física, avaliação do estado de saúde, teste psicológico, investigação social e análise dos títulos.

A prova objetiva foi composta por 120 questões, dessas 120, 50 eram questões de Conhecimentos Básicos e 70 eram questões sobre Conhecimentos Específicos.

A parte de Conhecimentos Básicos cobrou do candidato conhecimentos relacionadas à língua portuguesa, matemática, ética no serviço público, noções de direito constitucional e noções de informática. Em conhecimentos específicos foram cobradas noções de direito administrativo, noções de direito processual penal, noções de direito penal, legislação especial, legislação relativa ao DPRF, direitos humanos e cidadania e física aplicada à perícia de acidentes rodoviários.

Em relação às funções que são atribuídas a esse profissional, o Policial Rodoviário atua em atividades que envolvem a fiscalização, o patrulhamento e policiamento ostensivo. Cabe a esse policial também, prestar o atendimento e socorro às vítimas de acidentes rodoviários entre outras.

Aqueles que querem participar do processo seletivo devem ficar atentos às notícias para ser informados assim que o Edital for publicado, pois como vimos, de acordo com as declarações do diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, não demora muito para que ele seja publicado.

Por Rosângela Rodrigues

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *