Marinha tem 90 vagas abertas em seu Curso de Formação para Ingresso no Corpo Auxiliar de Praças.

A Marinha do Brasil deu início recentemente ao seu concurso público visando ao preenchimento de 90 vagas de nível médio/técnico. Vale destacar que 18 vagas serão reservadas para os candidatos negros. Além disso, as oportunidades são para candidatos de ambos os sexos. O certame visa selecionar candidatos para ingressar no Curso de Formação para Ingresso no Corpo Auxiliar de Praças da Marinha, CP-CAP 2017.

A remuneração inicial pode chegar a R$ 2.449,00, quando o candidato concluir o curso de formação, que é o salário referente ao cargo de Cabo da Marinha do Brasil.

Especialidades

O certame em questão é destinado ao preenchimento de vagas nas seguintes especialidades: Contabilidade (9); Desenho de Arquitetura (4); Estatística (4), sendo que serão aceitos os candidatos com o título de Técnico em Estatística de nível médio; Eletrônica (4); Enfermagem (5); Estruturas Navais (10); Gráfica (5), sendo aceitos os candidatos com título de Técnico em Pré-Impressão Gráfica, Técnico em Impressão Gráfica, Técnico em Impressão Offset, Técnico em Comunicação Visual, Técnico em Design Gráfico e Técnico em Processos Gráficos; Técnico em Geodésia e Cartografia (5), Marcenaria (5); Metalurgia (10); Meteorologia (5); Motores (6); Processamento de Dados (12); e Química (6).

Inscrições

O período de inscrições será iniciado no dia 1º de agosto e está previsto para terminar em 31 de agosto de 2017. Os candidatos devem realizar suas respectivas inscrições por meio exclusivo da internet. Dessa forma, os mesmos deverão acessar o site www.ingressonamarinha.mar.mil.br. A taxa de inscrição custará 60,00 para todos os inscritos.

O processo seletivo do certame será composto pelas seguintes etapas: prova escrita de conhecimentos profissionais, prova de redação, exame de saúde, teste de aptidão física, análise de dados biográficos e, por fim, o curso de formação.

Tantos as provas como as demais fases do concurso serão realizadas nas seguintes cidades: Belém, Brasília, Fortaleza, Florianópolis, Ladário (MS), Manaus, Natal, Olinda (PE), Porto Alegre, Rio de Janeiro, Rio Grande (RS), Salvador, São Paulo, São Luís, Santos (SP), Vila Velha (ES). Datas e horários das fases serão definidos posteriormente.

Exigência para participar do certame

Para participar deste concurso, o candidato deverá atender algumas exigências pré-definidas. Dentre as quais, podemos destacar: ser brasileiro nato ou naturalizado; possui 18 anos completos e menos de 25 anos de idade no primeiro dia do mês de janeiro de 2018; possuir bons antecedentes de conduta; estar quite com as obrigações militares e eleitorais; não estar na condição de réu em ação penal; além de outros termos que estão disponíveis no edital de abertura.

É de extrema importância que o candidato leia atentamente o edital de abertura do certame aqui destacado. O mesmo se encontra disponível AQUI www.inscricao.marinha.mil.br/marinha/index_concursos.jsp?id_concurso=349.

Por Bruno Henrique


Seleção oferece vagas de nível superior. FGV é a responsável por organizar o certame.

O Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina (TRT-SC) acaba de lançar o edital para concurso público e vai preencher vagas para convocação imediata dos aprovados e mais formação para cadastro de reserva para cargos tanto para o ensino médio como superior.

O documento oficial para o concurso foi divulgado pelo Diário Eletrônico da Justiça do Trabalho. A organizadora escolhida é a Fundação Getúlio Vargas e as três vagas para ocupação imediata são para os cargos de Técnico Judiciário e Analista Judiciário. Outras vagas para os mesmos cargos são para cadastro de reserva.

O cargo de Técnico Judiciário exige do aprovado a conclusão do ensino médio completo e de uma instituição devidamente reconhecida pelo MEC. O candidato irá trabalhar na área administrativa do TRT e executar atividades do setor judiciário.

O Analista Judiciário para área administrativa precisa ter curso superior completo e vai trabalhar na parte relacionada ao patrimônio, recursos humanos, financeiro, contratos e outras atividades administrativas ligadas a área. O Analista Judiciário para área judiciária precisa ser formado em Direito e irá ficar no setor de processos, petições e a parte de estudos legislativos e de jurisprudência.

Haverá também prova para o cargo de Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador Federal, contudo, é para cadastro de reserva. A exigência é ensino superior completo em Direito, com reconhecimento do MEC. O aprovado tem a função de execução de ordens judiciais em geral, como notificações, intimações, entre outros.

Os interessados para cadastrar no concurso público para o nível de médio de Técnico Judiciário e que forem aprovados terão um subsídio de R$ 6.376,41 mensal e trabalhará 40 horas semanais de jornada de trabalho.

Os cargos para Analista Judiciário, tanto para a área administrativa como para a área judiciária, terão uma remuneração de R$ 10.461,90 e para quem deseja ser Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador receberá todo mês R$ 12.180,99. Todos esses cargos também têm jornada de trabalho de 40 horas semanais.

As inscrições podem ser feitas pelo site da organizadora – http://fgvprojetos.fgv.br/concursos – entre os dias 27 de junho a 25 de julho. Para o cargo de técnico judiciário o custo é de R$ 90 e para analista judiciário R$ 110.

Por Carolina Costa


Certame está previsto para ser lançado em agosto de 2017.

Quem estuda para concurso público e sonha em conquistar a aprovação pode conferir aqui uma boa notícia. No estado de Pernambuco a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) anunciou novidades sobre a realização do seu próximo certame.

Desde o mês de maio a banca responsável por organizar o processo seletivo foi escolhida. Será a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A divulgação foi realizada no Diário Oficial do Estado. A empresa também informou, através de sua assessoria de imprensa, que o edital será lançado no mês de agosto de 2017.

A Compesa pretende oferecer vagas para os cargos de nível superior, técnico e médio. As etapas da seleção, as funções e os respectivos salários ainda serão divulgados em coletiva de imprensa com data a ser definida. Há expectativa de que as provas sejam aplicadas no mês de outubro.

O último concurso da Compesa ocorreu em 2016. Naquela oportunidade a banca também foi a FGV. No total, foram oferecidas 65 vagas, sendo 24 para profissionais com nível superior e 41 para nível técnico. A remuneração ofertada variou entre R$ 1.844,51 e R$ 7.480. Houve vagas exclusivas para pessoas com necessidades especiais (PNE).

As funções oferecidas para quem possui graduação completa foram: Analista de Gestão e Analista de Saneamento. Confira as especialidades: Engenheiro de Meio Ambiente, Químico, Engenheiro de Produção, Geólogo, Engenheiro de Telecomunicações, Advogado, Engenheiro Mecânico, Médico do Trabalho, Engenheiro Florestal, Administrador de Banco de Dados, entre outros.

As áreas disponíveis para o cargo de assistente de saneamento e gestão foram: tecnologia da informação, segurança do trabalho, eletrônica, química, eletrotécnica e saneamento. Os concorrentes foram avaliados em prova objetiva na capital do estado, Recife. Algumas disciplinas cobradas foram: legislação específica sobre saneamento, português, informática, raciocínio lógico, entre outras.

O regime de contratação é pela consolidação das leis trabalhistas (CLT). Os funcionários têm direito à participação nos lucros e resultados da companhia e progressão salarial por antiguidade e mérito.

Veja quais são outros benefícios: plano de saúde, previdência privada, plano odontológico, auxílio-educação e vale alimentação.

Em 2014 a FGV também organizou o concurso da Compesa. Naquele momento houve vagas para os cargos de Administrador, Técnico em Contabilidade, Analista de Comunicação Social com Habilitação em Relações Públicas, Assistente Social, entre outros.

Por Melisse V.


Certame oferta 30 vagas na carreira de Diplomata.

O Ministério das Relações Exteriores (MRE), por meio do Instituto Rio Branco, deu início ao concurso público regido pelo edital nº 01/2017. Tal certame visa selecionar 30 candidatos para ingressar na classe inicial, cargo de Terceiro-Secretário, da carreira de Diplomata.

Em relação ao número total de vagas, saiba que haverá reserva de 6 vagas para candidatos negros e 2 para aqueles com deficiência. Além do Instituto Rio Branco, a Cebraspe também faz parte da equipe de execução do concurso.

Os futuros aprovados no concurso terão direito a remuneração inicial de R$ 16.935,40, que é o salário inicial daqueles que ingressam na classe inicial da carreira de Diplomata. Estarão aptos a participar deste processo seletivo os candidatos que atendem aos seguintes pré-requisitos: ter concluído curso de graduação de nível superior em qualquer área do conhecimento; ser brasileiro nato; estar em dias com as obrigações militares, no caso de candidatos masculinos, e eleitorais; o candidato deve possuir idade mínima de 18 anos; além de outras exigências que se encontram disponíveis no edital.

O período de inscrições já se encontra aberto e seu encerramento se dará em 10 de julho de 2017. Dessa forma, para confirmar sua participação no certame é bastante simples. Basta acessar a página de inscrição no site da Cebraspe, antiga Cespe/UnB, (www.cespe.unb.br/concursos/irbr_17_diplomacia) e clicar na opção “ficha de inscrição online”. Vale ressaltar que a inscrição será devidamente efetivada após o pagamento da taxa no valor de R$ 225,00.

Na primeira fase do processo seletivo, todos os candidatos serão submetidos à prova objetiva de caráter eliminatório. A mesma irá abordar os seguintes temas: história do Brasil, história mundial, língua portuguesa, língua inglesa, geografia, noções de economia, noções de direito e direito internacional público além de política internacional. Tal fase será realizada nas 26 capitais da Federação e do Distrito Federal.

Já na segunda fase, serão aplicadas provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório, de língua portuguesa e de língua inglesa. Vale ressaltar que serão estabelecidas notas mínimas para que o candidato seja aprovado na segunda fase.

A terceira fase contará com provas escritas, também de caráter eliminatório e classificatório, de história do Brasil, história mundial, língua espanhola, língua francesa, língua portuguesa, língua inglesa, geografia, noções de economia, noções de direito e direito internacional público além de política internacional. Saiba que será estabelecida uma nota mínima para que o candidato seja aprovado no conjunto de provas da terceira fase.

Para mais detalhes acesse o edital oficial de abertura que pode ser encontrado no site www.cespe.unb.br/concursos/irbr_17_diplomacia.

Por Bruno Henrique


Certames ofertam juntos 2.750 vagas de emprego no Estado da Bahia.

Quem tem interesse em seguir carreira militar pode conferir uma ótima notícia. O governo do estado da Bahia publicou recentemente o edital para o concurso que visa preencher vagas para o Corpo de Bombeiros Militar e também para a Polícia Militar. Aqueles que tiverem interesse em participar do certame e conquistar uma das 2.750 oportunidades para soldado devem acessar o endereço eletrônico www.ibfc.org.br/concurso/concurso_selecionado/307.

As inscrições terão início a partir do dia 15 de maio (segunda-feira) e se enceram no dia 19 de junho (segunda-feira).

Do total, 750 chances são ofertadas para Bombeiros e 2.000 para a Polícia Militar. O edital também prevê reserva de oportunidades para os candidatos que se autodeclaram negros e pardos.

A taxa de inscrição custa R$ 70, mas é possível solicitar isenção caso possua baixa renda ou tenha cadastro no programa do governo federal (Cadúnico).

A banca responsável pela organização do certame é o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

Os candidatos devem ter concluído o ensino médio, possuir carteira nacional de habilitação (CNH), ter entre 18 e 30 anos de idade e altura mínima de 1,55 no caso do sexo feminino e 1,60 para o sexo masculino.

A primeira etapa consiste em prova objetiva com 80 questões sobre conhecimentos básicos e específicos. Já a segunda fase é a prova discursiva. Ambas as avaliações serão aplicadas no dia 6 de agosto (domingo). Confira as disciplinas cobradas: português, raciocínio lógico, história do Brasil, atualidades, geografia do Brasil, direito constitucional, administrativo, direitos humanos, direito penal, noções de igualdade racial e gênero, direito penal militar, entre outras.

A data prevista para divulgação do resultado preliminar da prova de múltipla escolha é 30 de agosto (quarta-feira). Já o resultado da redação ocorrerá em 15 de setembro (sexta-feira). O resultado final da primeira e da segunda etapa será publicado no dia 29 de setembro (sexta-feira).

Os aprovados serão convocados para as fases seguintes da seleção: avaliação psicológica, teste de aptidão física, exames médicos e odontológicos, exame de documentos, investigação social e curso de formação.

O concurso será válido por um ano a contar da homologação e pode ser prorrogado por igual período a critério do governo estadual.

Acesse mais informações aqui – www.ibfc.org.br/concurso/concurso_selecionado/307.

Por Melisse V.


Oportunidades são para nível médio e superior.

No último dia 15 chegou ao fim o prazo de recebimento das inscrições para a realização do primeiro concurso público da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). No total, estão sendo oferecidas aos candidatos 161 oportunidades distribuídas entre funções de nível médio e superior.

Do número total de vagas disponibilizadas por meio deste concurso, 72 chances são para a função de agente de fiscalização e regulação de transporte I, 31 para especialista em regulação de transporte III, 42 para especialista em regulação de transporte I e 16 vagas para analista de suporte à regulação de transporte I.

Os profissionais que forem contratados por meio deste concurso irão desempenhar suas funções de acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Vale ressaltar que os novos contratados terão um período de experiência de 90 dias.

Cargos no concurso Artesp

Os candidatos, para concorrer para a função de agente, precisam contar com o certificado de conclusão de nível médio completo. O salário oferecido é de R$2.777. As oportunidades, neste caso, estão sendo distribuídas entre as cidades de Campinas – 2 vagas, Bauru – 2 vagas, Araraquara – 2 vagas e São Paulo – 62 vagas.

Além dessas oportunidades ainda existem duas vagas para técnico em contabilidade/administração para a cidade de São Paulo e outras duas para candidatos que tenham formação técnica na área de TI.

Os concursandos com formação de nível superior em qualquer área de conhecimento e experiência de no mínimo três anos podem concorrer para 16 oportunidades para analista (São Paulo). O salário oferecido para a função é de R$7.300.

Quem conta com curso superior em tecnologia da informação, gestão pública, engenharia civil, economia, direito, ciências contábeis e administração de empresas e possui experiência de três anos pode concorrer para a função de especialista em regulação de transporte I. Todas as vagas são para São Paulo e contam com salários de R$8.500.

Já os profissionais com cinco anos de experiência, formação superior em engenharia elétrica, direito ou engenharia civil e pós – graduação em área específica estão habilitados para o cargo de especialista em regulação de transporte III, os salários são de R$10.285 e as vagas são para São Paulo.

As inscrições para este concurso foram recebidas via internet, no site da FCC – www.concursosfcc.com.br – banca organizadora do certame.

A seleção ocorrerá por meio da aplicação de provas objetivas na data provável do dia 30 de abril.

Por Denisson Soares


Seleção oferece 1.300 vagas. Inscrições podem ser feitas até o dia 30 de março de 2017.

A partir desta quinta-feira, 2 de março de 2017, estão abertas as inscrições dos interessados no concurso com oferta de 1.300 vagas para o Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais (C-FSD-FN). Os interessados deverão se inscrever até o dia 30 de março de 2017, clicando no link concursos, disponível no site www.mar.mil.br/cgcfn. Para inscrever-se é necessário pagar uma taxa de 20 reais.

Os pré-requisitos para participar são: ser do sexo masculino; ter idade entre 18 e 21 anos, referenciados em 1º de janeiro de 2018; ter ensino médio ou curso equivalente completo, concluído com aproveitamento; ter altura mínima de 1,54 metros e altura máxima de 2 metros; entre outros requisitos que estão disponíveis no edital.

As vagas do concurso se destinam àqueles que optarem por servir, depois de concluir o curso, inicialmente no CIAMPA (Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves). Neste centro, as 1.060 vagas disponíveis são destinadas, de forma preferencial, para os candidatos das regiões sudeste e sul do país, e obedecerá ordem de classificação. As 240 vagas restantes são para o CIAB (Centro de Instrução e Adestramento de Brasília) e são preferencialmente para os candidatos do centro-oeste, norte e nordeste.

Do total de vagas disponíveis no curso, 20% estão reservadas para candidatos negros. Os que tiverem aprovação no Exame de Escolaridade, Verificação de Documentos, Exame Psicológico, Verificação de Dados Biográficos, Inspeção de Saúde e Teste de Suficiência Física, terão sua matrícula na condição de recruta fuzileiro naval. O exame está agendado para o dia 30 de maio, às 10 horas.

A duração do curso é de 17 semanas e será feito no Rio de Janeiro, de forma simultânea no Centro de Instrução e Adestramento de Brasília. Além disso, durante os estudos, os estudantes receberão em torno de R$ 800 para ajudar nas despesas pessoais.

Depois do período de aprendizagem e da conclusão do curso, os que forem nomeados soldados fuzileiros navais irão receber uma remuneração inicial no valor de 1.587 reais.

Iris Gonçalves


Certame oferta 358 vagas para o Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica.

No dia 21 de dezembro de 2016, a Força Aérea Brasileira, a FAB, divulgou o edital de abertura de um concurso público que busca preencher 358 vagas em exame de admissão no Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica para o semestre inicial do ano de 2018.

As vagas são para: Aeronavegantes, nas áreas de Material Bélico (13 vagas), Mecânica de Aeronaves (50), Foto Inteligência (10) e Comunicações (14); Controle de Tráfego Aéreo (128); e não-Aeronavegantes, como Bombeiro (18), Metalurgia (6), Eletromecânica (12), Estrutura e Pintura (8), Cartografia (6), Informações Aeronáuticas (10), Desenho (5), Suprimento (14), Meteorologia (10), Equipamento de Voo (6), Eletricidade e Instrumentos (18) e Guarda e Segurança (30).

Requisitos para os candidatos:

Dessas especialidades citadas, estão destinadas para candidatos de sexo masculino somente as de Guarda e Segurança, Material Bélico e Mecânica de Aeronaves. Já as demais estão abertas para ambos os sexos.

Entre os requisitos necessários para participar está a formação em ensino médio completo, bem como idade de 17 a 25 anos, que podem ser completados até o dia 31 de dezembro de 2018. Em caso de candidato com menos de 18 anos, é preciso que esse seja autorizado, no ato da inscrição, por seu responsável legal para a realização de Exames e fases seguintes.

Enquanto o candidato estiver realizando o curso, esse precisa ficar sob o regime escolar da EEAR, fazendo jus à mesma remuneração vigente e fixada em lei para o aluno da Escola de Formação de Sargentos ou por militar da ativa da Aeronáutica. Ainda, o mesmo receberá outros benefícios, como alojamento, farda completa, alimentação, assistência médica e hospitalar, dentista, entre outros. Já após formado e promovido à graduação de Terceiro Sargento, a remuneração será de R$ 3.584.

As inscrições e provas:

Quem quiser participar do concurso pode realizar as suas inscrições até o dia 17 de fevereiro de 2017, no horário de Brasília. Os endereços eletrônicos para a realização dessas é no www.eear.aer.mil.br ou www.fab.mil.br. Para efetivar a participação é cobrada uma taxa de R$ 60.

Para a seleção, serão realizadas diversas etapas, que são: prova escrita com conteúdos de língua portuguesa e inglesa, física e matemática que será realizada no dia 14 de maio de 2017 em diversas cidades do Brasil; inspeção da saúde; exame sobre aptidão psicológica; e teste para avaliar o condicionamento físico.

Por Kellen Kunz


Sesau de Rondônia está com mais de 1 mil vagas abertas para cargos que exigem Nível Fundamental, Médio, Técnico e Superior de ensino.

O Governo do estado brasileiro de Rondônia realizou a abertura das inscrições para o processo público de seleção que tem como finalidade preencher 1.143 oportunidades para cargos efetivos que se encontram abertas na Secretaria de Saúde Estadual. Deste número de chances disponibilizadas, serão destinadas para pessoas que possuem deficiência a quantidade de 10%.

As inscrições tiveram início na segunda-feira, dia 23 deste mês e irão estar abertas até a data limite de 1º de março de 2017. Tais inscrições precisam ser realizadas através do endereço eletrônico da banca organizadora, a Funrio.

Para que a inscrição seja efetivada é preciso realizar o pagamento da taxa, que varia de acordo com o cargo. Sendo de R$ 80 para os cargos que exigem formação de medicina e de R$ 70 para as outras oportunidades que requerem nível superior de ensino. Já os cargos que requerem nível técnico e ensino médio o custo será R$ 65 e para os que exigem nível fundamental será necessário recolher R$ 45.

Os candidatos que forem escolhidos por meio da seletiva terão direito também, além do salário, a diversos outros benefícios, como: vale-alimentação/refeição e outros tipos de gratificações.

Todos os concorrentes que se inscreveram no concurso público terão de ser submetidos a avaliações objetivas com perguntas de múltipla escolha, que determinará a classificação e até mesmo a exclusão do candidato.

Os concorrentes para funções de nível superior de ensino também deverão ser avaliados através de análise de títulos, que atribuirá pontos para o mesmo e os classificarão. Além dessas avaliações, os candidatos terão de realizar avaliação médica, atestando a saúde física para que o mesmo possa ser contratado, possuindo apenas caráter eliminatório. Nesse momento ocorrerão também a conferencia dos pré-requisitos exigidos para o cargo e documentos comprobatórios.

As avaliações objetivas, provavelmente, serão realizadas em Porto Velho, Ariquemes, Ji-Paraná, Cacoal, Rolim de Moura, Guajará-Mirim e também Vilhena. As datas previstas são 8 e 9 do mês março de 2017.

A seletiva será válida por 24 meses e pode ter apenas uma prorrogação, por período igual.

Por Filipe Silva


Concurso conta com 40 vagas de nível superior.

No último dia 17 de janeiro, o Ministério Público do Estado de Minas Gerais lançou o edital de abertura de mais um concurso público. Segundo as informações divulgadas até o momento, o certame em questão tem como objetivo efetuar a contratação de um total de 40 profissionais para a ocupação de vagas no cargo de Promotor de Justiça Substituto. Segundo o edital, há 10% das vagas oferecidas reservadas para candidatos portadores de necessidades especiais. Logo abaixo você poderá conferir os principais detalhes sobre esta oportunidade e como fazer para participar. Confira:

Requisitos e salários oferecidos

Para estar apto a concorrer para as vagas oferecidas neste concurso os candidatos interessados precisam cumprir uma série de requisitos. Abaixo destacamos os principais:

– Ser brasileiro;

– Possuir bacharelado em Direito obtido no mínimo há três anos;

– Contar com três anos de exercício na atividade jurídica;

– Não possuir pendências com o serviço militar e nem com as obrigações eleitorais;

– Estar em pleno gozo dos direito políticos e apresentar idoneidade moral tanto pessoal, familiar quanto profissional.

De acordo com as informações divulgadas pela organização deste concurso público, ele contará com validade de dois anos. Caso seja necessário poderá ser prorrogado por igual período, o que será mais uma oportunidade para aqueles ficarem na lista de espera e serem convocados para a ocupação nos cargos.

Etapas e seleção do concurso MPMG 2017

A seleção dos candidatos será feita por cinco etapas distintas. Elas serão compostas por prova preambular; prova especializada; exame de aptidões mentais e físicas; testes psicotécnicos; provas orais e avaliação de títulos.

Matérias que serão cobradas no concurso MPMG 2017

Direito Processual Coletivo; Direito Material Coletivo (difusos, coletivos e individuais homogêneos); Direito Civil; Direito Processual Civil; Direito Processual Penal; Direito Penal e Criminologia; Teoria Geral do Ministério Público (Leis Orgânicas: Doutrina. Legislação.); Direito Financeiro e Tributário; Direito Administrativo; Direito Eleitoral e Direito Constitucional.

Ficha Técnica:

  • Concurso: Ministério Público de Minas Gerais (MPMG)
  • Organizadora: Fundep (http://www.fundep.ufmg.br/pagina/94/home.aspx)
  • Cargo: Promotor de Justiça
  • Escolaridade: Nível superior completo em Direito
  • Salários: R$26.125,17
  • Inscrições: Entre 08 de janeiro e 22 de janeiro de 2017
  • Taxas: R$261,25
  • Provas: Previstas para o dia 2 de abril.
  • Inscrições: https://www.gestaodeconcursos.com.br.

Por Denisson Soares


Certame irá selecionar 358 candidatos ao Exame para a Admissão ao Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica ? CFS que será realizado no primeiro semestre de 2018.

Com a principal finalidade de fazer a seleção de candidatos do sexo masculino e feminino para o ingresso na Escola de Especialistas de AeronáuticaEEAR da cidade de Guaratinguetá – SP, o Departamento de Ensino da Aeronáutica – DEPENS, lançou recentemente uma portaria que determinada a realização de mais um Exame para a Admissão ao Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica – CFS. De acordo com as informações anunciadas, as oportunidades são para o primeiro semestre de 2018.

Abaixo você poderá conferir os principais detalhes.

De acordo com as informações que se encontram dispostas no edital que regulamenta a realização deste concurso estarão sendo colocadas à disposição dos candidatos 358 vagas. Essas oportunidades serão distribuídas entre as seguintes especialidades: Cartografia, Informações Aeronáuticas, Suprimento, Meteorologia, Equipamento de Voo, Eletricidade e Instrumentos, Guarda e Segurança, Foto Inteligência, Comunicações, Material Bélico, Mecânica de Aeronaves, Controle de Tráfego Aéreo, Bombeiro, Metalurgia, Eletromecânica, Estrutura e Pintura e Desenho.

Será o EEAR de Guaratinguetá é que terá a total responsabilidade técnica para administrar e ministrar o Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica. Segundo as informações divulgadas pelos organizadores a previsão é de que a duração do curso seja de cerca de dois anos. No decorrer desse período serão ministradas instruções nas áreas em Técnico Especializado, Campos Gerais e Militar.

Como garantir a participação:

O período de atendimento aos concursandos interessados será aberto no dia 19 de janeiro de 2017. O formulário de inscrição poderá ser encontrado via internet por meio do site www.ingresso.eear.aer.mil.br. O período de recebimento das inscrições permanecerá em aberto até o dia 17 de fevereiro de 2017. A validação das inscrições deverá ser feita por meio do pagamento de uma taxa no valor de R$60,00.

Os candidatos que tiverem suas inscrições aceitas serão avaliados e selecionados por meio da aplicação de Provas Escritas. A aplicação dos testes está marcada para o dia 14 de maio de 2017. O local onde o candidato deverá realizar suas provas deverá ser indicado pelo mesmo já no ato das inscrições.

Entre as diversas etapas que farão parte da seleção dos candidatos vamos encontrar as seguintes fases: Validação Documental, Teste de Avaliação do Condicionamento Físico, Exame de Aptidão Psicológica e Inspeção de Saúde.

Para conferir mais informações bem como o edital na íntegra clique aqui – www.ingresso.eear.aer.mil.br.

Este concurso público contará com uma validade de oito dias que serão contados a partir da data indicada para a concentração final.

Por Denisson Soares


Inscrições podem ser feitas até o dia 15 de março de 2017.

Nesta terça-feira (10), foi marcado o início do prazo para as inscrições no concurso público da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Transporte do Estado de São Paulo, que terminará às 14h do dia 15 de março. As inscrições poderão ser feitas no site www.concursosfcc.com.br, da Fundação Carlos Chagas.

O valor da inscrição é de R$75 para o cargo de agente e R$ 100 para as outras funções.

As provas serão aplicadas no dia 30 de abril de 2017 em São Paulo e irão abranger questões objetivas de múltipla escolha. Além de redação e análise de títulos para os concorrentes para alguns cargos específicos.

Desde que foi criada em 2002, o órgão tem a função de normatizar e fiscalizar a categoria de serviços de transporte coletivo autorizado.

O concurso disponibiliza 161 vagas subdivididas em: 72 para a função de agente de fiscalização e regulação de transporte, 42 vagas para especialista em regulação de transporte I, 31 para trabalhar como especialista em regulação de transporte III e 16 para analista de suporte à regulação de transporte I.

O cargo de agente terá a necessidade de ensino médio completo, com certificado reconhecido elo MEC. O salário inicial gira em torno de R$ 2.777 e se for aprovado, o candidato poderá trabalhar em São Paulo (que oferece 62 vagas), Araraquara, Bauru e Campinas (duas vagas cada).

Para quem tem certificado em contabilidade/administração, será possível disputar dois postos de trabalho em São Paulo. Já quem tem curso técnico na área de TI poderá concorrer a duas vagas também em São Paulo.

Além disso, interessados que tenham formação superior em qualquer setor, com experiência de no mínimo 3 anos, podem concorrer a um salário de R$ 7.300, com 16 vagas na capital paulista, na função de analista.

Em outro caso, para participar da seleção para especialista em regulação de transporte I, com salário de R$ 8.500, será necessário possuir experiência de três anos nos cursos de nível superior, nos setores de administração de empresas, ciências contábeis, direito, economia, engenharia civil, gestão pública ou tecnologia da informação.

No mais, quem possuir formação em engenharia civil, direito ou engenharia elétrica e pós-graduação específica com cinco anos de experiência profissional, pode disputar a remuneração de R$ 10.285, na função de especialista em regulação de transporte III. Também na capital paulista.

Finalmente os candidatos selecionados no concurso passarão por um período de treinamento com duração de 90 dias e serão admitidos pelo regime CLT.

Por Denisson Soares





CONTINUE NAVEGANDO: