Oportunidades abertas são para o cargo de Assistente Técnico de Gestão em Saúde.

A Fundação Oswaldo Cruz informou que até a data de 08 de agosto de 2016 estão abertas as inscrições para o concurso para o ingresso ao cargo de Assistente Técnico de Gestão em Saúde através do http://concurso.fiotec.fiocruz.br/Fiocruz.2016.

Nesse concurso são oferecidas 21 vagas, onde 16 vagas são de Ampla Concorrência, 01 para Candidatos Portadores de Deficiência (física, auditiva, visual, mental ou múltipla) e 04 vagas reservadas para Candidatos Negros e no qual o candidato deve pagar um valor de R$ 70,00 na taxa de inscrição, além de apresentar o Ensino médio completo e, no mínimo, 1 ano de experiência no perfil.

Para entender melhor essa distribuição, temos:

– 14 vagas para o Rio de Janeiro (09 para a Ampla Concorrência (AC), 04 para Candidatos Negros (VN) e 01 para Candidatos com Deficiência (CD)); 01 vaga para Belo Horizonte (AC); 01 vaga para Brasília (AC); 01 vaga para Curitiba (AC); 02 vagas para Manaus (AC); 01 vaga para Recife (AC); E 01 vaga para Salvador (AC).

Esse programa apresenta a realização da Prova Objetiva nas cidades de Curitiba, Brasília, Recife, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Manaus e nela vão constar 60 questões, das quais 20 são de Língua Portuguesa, 10 de Raciocínio Lógico e 30 de Conhecimentos Específicos no perfil (Noções de Administração Pública).

O que faz um Assistente Técnico de Gestão em Saúde?

Esse cargo requer a realização das atividades:

Suporte na parte administrativa com a realização do protocolo, da conferência, da atualização e do arquivamento de documentos; Vistoria do estoque de material; Execução da redação de minuta de documentos; Elaboração do controle e da manutenção de diversos sistemas de informações tanto para a administração pública federal quanto para os sistemas institucionais; Verificação dos contatos e da recepção de pessoas; Participação ativa na organização de eventos; Elaboração de inúmeras planilhas, junto com tabelas, mais os quadros demonstrativos, os gráficos e as apresentações; E ainda a execução do controle patrimonial.

Esse cargo de Assistente Técnico de Gestão em Saúde pertence à classe Assistente Técnico de Gestão I e o vencimento básico é no valor de R$ 2.313,00, além de um auxílio alimentação de R$ 458,00.

Fora isso ainda temos o GDACTSP (Gratificação de Desempenho de Atividade de Ciência, Tecnologia, Produção e Inovação em Saúde Pública) no valor de R$ 647,20 (com 80 pontos) e a Gratificação por Qualificação (GQ) que pode ser classificada em:

GQ – 1 no valor de R$ 452,00, para os cursos com a carga de 180 horas; GQ – 2 é no valor de R$ 497,00, onde é designado para cursos com um total de 250 horas; GQ – 3 para o valor de R$ 542,00, para cursos que têm a carga de 360 horas onde temos a Educação Profissional na parte Técnica de Nível Médio, a Graduação e a Pós-Graduação Lato-Sensu; GQ – 4 fica na marca de R$ 881,00, para aqueles que têm o Mestrado; E no GQ – 5 temos o valor de R$ 1.762,00, para quem apresenta o Doutorado.

Por Fernanda de Godoi


Vagas abertas são para cargos de Nível Médio e Superior de escolaridade.

A Fundação Oswaldo Cruz está com inscrições abertas para cargos de especialista e assistente. São ofertadas 31 vagas ao todos, sendo 10 destas vagas para especialista em ciência, tecnologia, produção e inovação em saúde pública. E as 21 vagas restantes são destinadas ao cargo de assistente técnico de gestão em saúde. 2 vagas são destinadas a pessoas com deficiência, e 6 vagas para candidatos negros. As vagas são para candidatos que possuem nível médio e superior completo.

Os candidatos interessados nas 21 vagas de assistente técnico de gestão em saúde, devem possuir o ensino médio completo, e possuir no mínimo, um ano de experiência na função. O cargo tem como remuneração inicial vencimento de R$ 3. 418,81, já incluso o auxilio-alimentação. Para quem possuir graduação completa e diploma de doutorado, pode concorrer ao cargo e o vencimento pode chegar a R$ 5. 180,81 devido à gratificação de qualificação (GQ). A jornada de trabalho é 40 horas semanais.

As atividades referentes ao cargo de assistente são: protocolo, conferência, atualização e arquivamento de documentos, estoque de material, redação de minuta de documentos, controle e manutenção de sistemas de informação da administração pública federal e sistemas institucionais, contatos e recepção de pessoas, quadros demonstrativos, gráficos, participação em organização de eventos, elaboração de planilhas, apresentações e controle patrimonial.

Os candidatos interessados ao cargo de especialista, devem possuir ensino superior completo, título de doutorado na área específica, e experiência na função, de no mínimo, seis anos. Os vencimentos para o cargo são de atrativos R$ 16. 867 com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

As áreas para o cargo de especialista em ciência, tecnologia, produção e inovação em saúde, são: biotecnologia e engenharia de processos (1 vaga), entomologia molecular (1 vaga), inovações em saúde global ênfase em doenças em populações negligenciadas (1 vaga), interação patógeno-hospedeiro (1 vaga) , medicina translacional com ênfase em imunologia a (1 vaga), medicina translacional em doenças adquiridas (1 vaga), micro e nano sistemas biomédicos (1 vaga), pesquisa e desenvolvimento tecnológico e inovação de medicamentos (1 vaga), política, planejamento e gestão de saúde (1 vaga), e saúde e ambiente (1 vaga).

As vagas para ambos os cargos estão distribuídas nas cidades do: Rio de Janeiro/RJ (5 vagas), Curitiba/PR (1 vaga), Fortaleza/CE (1 vaga), Salvador/BA (1 vaga), Recife/CE (1 vaga), e Belo Horizonte/MG (1 vaga). As inscrições poderão ser feitas até o dia 8 de agosto de 2016. Taxa de inscrição para assistente de R$ 70 e para especialista de R$ 250.

Para efetuar a inscrição e para maiores informações sobre o certame, acesse: concurso.fiotec.fiocruz.br.

Por Camilla dos Santos Batista





CONTINUE NAVEGANDO: