A Prefeitura de Pancas, cidade localizada no Estado do Espírito Santo, lançou um edital para realização de um concurso público para compor o seu quadro de funcionários. O certame oferece 174 vagas para todos os níveis escolares. Os salários chegam a R$ 7.541,35, pelo cumprimento de jornadas de 20 a 40 horas semanais. Do total de vagas, 5% são destinadas aos candidatos portadores de necessidades especiais.

Há oportunidades para candidatos alfabetizados nos cargos de motorista, operador de máquinas pesadas, auxiliar de serviços públicos e auxiliar de operação e manutenção. Quem concluiu o ensino fundamental pode se candidatar ao cargo de agente comunitário de saúde.

As oportunidades para quem concluiu o ensino médio são para os cargos agente sanitário, agente de arrecadação, agente de combate a endemias, oficial de serviços públicos, agente fiscal, secretário escolar, técnico em enfermagem e técnico em laboratório (os dois últimos exige curso técnico na área específica).

Quem possui nível superior completo pode concorrer às vagas de médico ESF, médico ginecologista, fonoaudiólogo, assistente social, médico veterinário, engenheiro civil, engenheiro agrônomo, técnico em controle interno, nutricionista, psicólogo, farmacêutico bioquímico e professor (de português, matemática, ciências, geografia, história, educação física, artes e educação infantil).

As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de dezembro, pelo site www.idecan.org.br. Quem preferir pode realizar a inscrição presencialmente na Secretaria Municipal de Educação, que fica na Rua Pichara Brandão Sily, Centro.  As taxas de participação variam entre R$ 28 e R$ 60, conforme o cargo pretendido.

A seleção será feita por meio de prova objetiva (para todos os candidatos), avaliação de títulos (para os cargos que exigem ensino superior), dissertação (para os candidatos ao cargo de professor) e prova prática (para determinados cargos). A prova objetiva será aplicada no dia 19 de janeiro de 2014. Os resultados serão informados oportunamente no site www.idecan.org.br.

Por Robson Quirino de Moraes





CONTINUE NAVEGANDO: