Certame oferece vagas de emprego para todos os níveis de escolaridade.

O DAEV, Departamento de Águas e Esgotos de Valinhos, localizado no interior do Estado de São Paulo, sob a organização do IPEFAE, Instituto de Pesquisas Econômicas, publicou o edital de número 001/2015 de concurso público para preenchimento de 38 vagas efetivas, para profissionais que possuem todos os níveis de escolaridade. Estes futuros servidores contratados irão perceber uma remuneração que varia entre R$ 1.256,40 e R$ 3.458,06, para cumprimento de uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

As oportunidades disponibilizadas por este edital são de Reparador do Sistema de Esgotos, Reparador de Rede de Água, Tratorista, Agente de Hidrometria, Agente Comercial (leiturista), Motorista de Veículos Pesados, Pintor de Manutenção, Pedreiro de Manutenção, Analista de Atendimento, Geofonista, Eletricista Eletromecânico, Operador do Sistema de Água, Operador de Estação de Tratamento de Água, Programador de Serviços, Técnico de Laboratório de Análise Físico-Química, Técnico em Saneamento, Químico e Técnico em Química.

As inscrições poderão ser realizadas no período que vai até às 20h do dia 11 de janeiro de 2016, através do endereço eletrônico da empresa organizadora: www.ipefae.org.br, conforme o pagamento de uma taxa que no valor que varia entre R$ 38 e R$ 67.

A prova objetiva escrita deverá ser realizada, provavelmente, no dia 21 de fevereiro de 2016, em horário e local a serem divulgados, tanto no site da prefeitura de Valinhos (www.valinhos.sp.gov.br), quanto no site da organizadora (www.ipefae.org.br), no dia 12 de fevereiro de 2016 e a prova prática, deverá ser aplicada no dia 3 de abril de 2016.

Acredita-se que o gabarito preliminar deverá ser disponibilizado no dia da prova, após às 23h, já o resultado final é esperado para ser publicado no dia 15 de abril de 2016.

Esse certame será valido, inicialmente, por um ano, o qual será contado a partir da data de publicação de sua homologação e pode ser prorrogado somente vez, pelo mesmo período.

Por Filipe da Silva





CONTINUE NAVEGANDO: