O Tribunal de Justiça do Amazonas está com certame em andamento. O concurso do TJAM tem por objetivo o preenchimento de 25 vagas com lotação em comarcas do interior do estado do Amazonas. Confira mais detalhes sobre este certame na continuação desta matéria.

Caso esteja interessado nesta oportunidade, saiba que o certame em questão é destinado a candidatos de níveis fundamental e médio. Os candidatos de nível fundamental poderão disputar vagas para o seguinte cargo: Auxiliar Judiciário II. Os candidatos de nível médio poderão concorrer ao cargo de Assistente Judiciário (Assistente Técnico Judiciário).

A remuneração dos futuros contratados varia de R$ 2.045,11 a R$ 3.907,50. Além disso, a remuneração também é composta de benefícios como, por exemplo, auxílio alimentação no valor de R$ 1.345,65 e auxílio saúde no valor de R$ 316,10.

É importante destacar que as vagas aqui anunciadas são para lotação nos seguintes municípios: Anamã, Anori, Autazes, Beruri, Caapiranga, Coari, Codajás, Manaquiri e Novo Airão.

Além disso, saiba que todas as comarcas terão uma vaga para nível fundamental e uma vaga para nível médio, com exceção da comarca de Coari. A referida comarca irá contar com cinco vagas para Auxiliar Judiciário e uma vaga para Auxiliar Judiciário portador de necessidades especiais.

Para aqueles que estão interessados nesta oportunidade, saibam que o período de inscrições terá início em 06 de abril de 2015 e término em 06 de maio de 2015. O procedimento de inscrição deve ser realizado exclusivamente através da modalidade presencial nos Fóruns das Comarcas que possuem vagas abertas.

Os candidatos de nível médio devem efetuar o pagamento de taxa de inscrição no valor de R$ 25,00 enquanto que os candidatos de nível fundamental devem arcar com R$ 20,00. Vale destacar que candidatos com renda mensal de até três salários mínimos estão isentos do pagamento de taxa de inscrição.

A prova para todos os cargos terá duração de quatro horas. Os candidatos de nível médio terão prova com 50 questões de múltipla escolha que será dividida da seguinte forma: 20 de Língua Portuguesa, 10 de Noções de Informática, cinco de Noções de Direito Constitucional, cinco de Direito Administrativo, cinco de Direito Civil e cinco de Institucional.

Os cargos de nível fundamental reservam prova com 40 questões de múltipla escolha divididas da seguinte forma: 20 de Língua Portuguesa, 10 de Informática Instrumental e 10 de Legislação aplicada ao TJAM e Institucional.

Por Bruno Henrique





CONTINUE NAVEGANDO: